quinta-feira, 20 de março de 2014

O AMOR



O amor de Deus, que é aquele que tudo espera, tudo suporta, jamais acaba, e só tem prazer no que é bom, e nunca se alegra com qualquer forma de injustiça, etc...— de fato é o único amor a se buscar que esteja presente na base do ser, a fim de que qualquer outro modo de amar seja educado no amor divino. Não ter a consciência do amor de Deus em nós, é o que nos faz projetar sobre “certos amores” expectativas frustrantes e acabrunhantes para aquele (a) que, um dia, confundiu as coisas e se arrebentou. Caio Fábio

Nenhum comentário:

Postar um comentário